terça-feira, 22 de setembro de 2015

Anjos sobre nós...Monsenhor Jonas Abib.


Se sua casa se tornar um santuário de oração, acredite: ela será visitada por Anjos. Mais ainda: o Anjo da guarda estará muito presente nela. Você não estará sozinho.

Muitas vezes, estragamos tudo porque queremos fazer as coisas por nós mesmos. É preciso que aconteça radicalmente o contrário. Ore, peça, interceda e tenha certeza: o próprio Senhor vai fazer com que o Anjo da guarda de cada pessoa da sua família entre em ação para trazer a paz, a concórdia, a libertação e a saúde de que precisam.

Quanto à educação das crianças: confie seus filhos ao Anjo da guarda de cada um deles; peça a este [Anjo] que lhe dê sabedoria para educá-los, e ele irá derramá-la em sua mente e em seu coração; também vai corrigi-lo em coisas que você não deve fazer. Se você ouvi-lo e obedecê-lo, obterá a sabedoria de que precisa para educar os pequenos.

Se as coisas vão de mal a pior é porque nossa vida e nossa casa não têm sido um lugar de oração; pelo contrário: nosso lar tem sido local onde todo o mundo xinga, briga, se ofende; onde há muita pornografia, adultério... e onde, infelizmente, não se reza.

Chegamos ao ponto de ver pais que têm vergonha de abençoar seus filhos. E filhos que não sabem pedir a bênção aos genitores. As pessoas têm vergonha até de fazer o sinal-da-cruz... Adoram a televisão: passam horas diante dela... e toda espécie de sujeira entra pelos olhos, ouvidos e coração. Com tudo isso, é claro, não se consegue ter tempo para rezar um terço, para unir a família em oração, para ler a Bíblia. Tem-se vergonha de Deus! Por isso as coisas vão de mal a pior.

Tudo vai depender de você. Se os outros não querem rezar, disponha-se a fazê-lo: reze você! E saiba: além dos Anjos de Deus, infelizmente a Palavra nos diz que existe uma multidão de espíritos malignos, de anjos decaídos – desobedientes e rebeldes – que estão também ao nosso redor. Vejamos na Carta de São Paulo aos Efésios:
“Para terminar, armai-vos de força no Senhor, da sua força onipotente. Revesti-vos da armadura de Deus para estardes em condições de enfrentar as manobras do diabo. Pois não é o homem que afrontamos, mas as Autoridades, os Poderes, os Dominadores deste mundo de trevas, os espíritos do mal que estão nos céus. Lançai mão, portanto, da armadura de Deus, a fim de que no dia mau possais resistir e permanecer de pé, tendo recorrido a tudo” (Efésios 6,10-13).

Compreenda: você não luta contra seu marido que bebe; nem contra sua mulher que caiu na infidelidade ou contra seu filho que entrou para o mundo das drogas. O maior perigo não são as forças humanas, mas as forças espirituais do mal. São espíritos malignos que querem nos destruir. Destruir casamentos, nossos lares, nossas famílias.

O grande segredo é compreender que não somos nós que lutamos contra os espíritos malignos, nem temos forças para enfrentá-los. Seríamos tolos se quiséssemos fazer isso. Quem luta contra eles são os Anjos do Senhor. Quem os sustenta na batalha somos nós, com nossas orações. Anjos bons lutam por nossa causa, para nos defender. É disso que São Paulo nos fala: “Há uma luta espiritual nos ares, nesse mundo de trevas”. E como daremos a vitória aos Anhos que lutam por nós? A resposta está no mesmo capítulo do livro de Efésios:
“Intensificai as vossas invocações e súplicas. Orai em toda circunstância, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos” (Efésios 6,18).

Aí está a solução: “Intensificai as vossas invocações e súplicas por todos os cristãos”.Como Tobit e Sara, apresentemos a Deus o nosso coração angustiado e nossos problemas. Oremos ao Senhor para que os Anjos possam guerrear a nosso favor, e a vitória acontecerá.

(Trecho do livro "Anjos: companheiros no dia-a-dia" de monsenhor Jonas Abib.).


Fonte: http://www.arcanjomiguel.net/visita-anjos.html

Um comentário:

  1. Olá, querida Ivaneide
    Que os Anjos digam amém a tudo que li aqui!
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir

Olá!!!

Você aqui? Que maravilha!

Deus te abençoe com chuuuuuuvas de bênçãos, mas se for pouco...então eu desejo um toró,viu?

Abraços fraternos