quarta-feira, 12 de junho de 2013

Clarice Lispector - Poema inteligente.


Não te amo mais
Estarei mentindo dizendo que
Ainda te quero como sempre quis
Tenho certeza que
Nada foi em vão
Sinto dentro de mim que
Você não significa nada
Não poderia dizer mais que
Alimento um grande amor
Sinto cada vez mais que
Já te esqueci!
E jamais usarei a frase
Eu te amo!
Sinto, mas tenho que dizer a verdade
É tarde demais...

(Obs importante: Apesar deste poema já estar cadastrado, vale ressaltar que sua leitura é feita de ordem inversa, ou seja de baixo para cima - ocorre duas interpretações distintas conforme o fluxo da leitura)

7 comentários:

  1. Lindo! Puro amor! ♥
    Beijos querida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Magda...bom te ver.

      Obrigada pela visita.

      beijos

      Excluir
  2. Muito interessante o poema ter dois sentidos, dependendo da maneira que se lê. Lindo! Obrigada por compartilhar! Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá Christiane.

    Agradeço pela sua visita.

    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Lindo, inteligente mesmo, e perfeito para a data tão especial!
    De trás pra frente é melhor, tem mais sentido, amor correspondido, romântico!
    Parabéns, belíssimo post, amiga Ivaneide!

    Beijinhos, felicidades e abençoada noite! \o/♥\o/

    ResponderExcluir
  5. Esse poema é muito legal!
    Inteligente e lindo!
    bjs

    ResponderExcluir

Olá!!!

Você aqui? Que maravilha!

Deus te abençoe com chuuuuuuvas de bênçãos, mas se for pouco...então eu desejo um toró,viu?

Abraços fraternos