terça-feira, 11 de setembro de 2012

Exupéry

foto: internet

Não confundas o amor com o delírio da posse, que acarreta os piores sofrimentos. Porque, contrariamente à opinião comum, o amor não faz sofrer. O instinto de propriedade, que é o contrário do amor, esse é que faz sofrer. (...) Eu sei assim reconhecer aquele que ama verdadeiramente: é que ele não pode ser prejudicado. O amor verdadeiro começa lá onde não se espera mais nada em troca.
Antoine de Saint-Exupéry

6 comentários:

  1. Respostas
    1. Bom dia!! Bom dia!! Bom dia!!!!!


      Obrigada pelo lindo bom dia e que Deus te abençoe abundantemente, viu?

      Beijossssssss

      Excluir
  2. Oi Ivaneide! Adoro o Exupery. Não só pelo Pequeno Príncipe (que tem gente que acha que é só para criança) que tem uma mensagem linda, mas também pelo Cidadela que li tem um tempão,e que me lembrei ao ler o texto, acho que é de lá. Mas tem taaaaaanto tempo que li e são tantas partes bonitas que o que guardei foi a mensagem. Procure textos sobre o Leo Buscaglia , você conhece? Basta dizer que ele criou uma cadeira na universidade chamada "Amor". Dele, eu tenho quase todos os livros! bjs ótimo dia obrigada pelas visitas e pelo carinho!

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde Maria!!!!


    Obrigada pela visita e pela dica do autor Leo Buscaglia. Irei pesquisar. Você nem imagina como adorei seu recadinho.

    Beijos e um final de semana rechedo de alegrias, amor e paz.

    ResponderExcluir
  4. Linda a imagem e lindas as palavras de Saint-Exupéry.

    ResponderExcluir
  5. Que linda mensagem.. e é bem assim mesmo!!!

    Obrigada Ivaneide pelos seus comentários e por sua presença em meu blog.
    Sempre dizendo coisas agradáveis.
    Sempre que vc está por lá, me diz coisa boa. Sempre que te visito aqui, só leio coisa boa!
    Vc é a positividade em pessoa! rs

    Que Deus sempre te ilumine, viu?
    Gosto muito de vc!!

    Beijo!!

    ResponderExcluir

Olá!!!

Você aqui? Que maravilha!

Deus te abençoe com chuuuuuuvas de bênçãos, mas se for pouco...então eu desejo um toró,viu?

Abraços fraternos